Feira Anual de Santa Catarina encheu ruas de Celorico de Basto

Feira Anual de Santa Catarina encheu ruas de Celorico de Basto

O município de Celorico de Basto organizou mais uma edição da feira Anual de Santa Catarina, nos passados dias 24 e 25 de novembro. Esta é uma das feiras características da região, onde não faltaram as sardinhas, as castanhas assadas, as alfaias agrícolas, os cobertores, o fumeiro, os queijos, uma multiplicidade de produtos que torna esta, uma feira única.

As ruas e avenidas centrais da vila de Celorico de Basto encheram-se de visitantes que adquiriram vários tradicionais produtos de inverno como cobertores, casacos e todo o tipo de gasalhos, e levaram as sardinhas que, segundo reza a lenda, é na santa catarina que se comem as últimas sardinhas do ano, regressando por altura dos santos populares.

Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, destacou a importância deste evento. “Esta é de facto uma feira de tradições que atrai milhares de pessoas independentemente das atividades acopladas à mesma. Obviamente que o fator meteorológico é importante mas não é, de todo, inibidor. Tivemos uma boa feira, com muitos feirantes e visitantes e estou certo que todos fizeram o melhor negócio”, sublinhou.

A feira anual da Santa Catarina apresenta-se como uma atividade cultural, tradicional e histórica, que contribui substancialmente para a dinamização da economia local sobretudo da restauração e alojamento e ajuda a combater a sazonalidade turística.

 “Esta é uma feira histórica que todos conhecem e que muitos não descuram visitar e é também uma forma de ajudar os comerciantes locais, a restauração e o alojamento tendo em conta o número de pessoas que se deslocam, por estes dias, à sede do concelho. Afinal, não são apenas residentes mas pessoas vindas de outros concelhos e turistas que vêm estas iniciativas tradicionais como foco de interesse”, concluiu o autarca.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.