Bombeiros de Cinfães sopraram 48 velas com o desejo de melhores condições para os voluntários

Bombeiros de Cinfães sopraram 48 velas com o desejo de melhores condições para os voluntários

Os Bombeiros Voluntários de Cinfães assinalaram os seus 48 anos. A data ficou assinalada com o soprar das velas e com o desejo em verem mais voluntários e com melhores condições de trabalho no quartel dos bombeiros.

Com um novo quartel e “uma excelente equipa de profissionais e direção”, este ano o aniversário “teve outro sabor”, salientou o presidente dos bombeiros, Adriano Cardoso. “Está aqui o reflexo de muito trabalho, de muitas horas longe das nossas famílias e de muito sacrifício”, explicou.

Por esse motivo, o presidente da corporação afirma que fazer parte “desta família” é “abraçar uma boa causa”. E, por isso, “soprar às velas não foi muito difícil, até porque foram só duas e não 48”, brincou o presidente.

O caminho a traçar rumo aos 49 anos é “manter a motivação porque a população está cada vez mais envelhecida” e, deste modo, requer mais trabalho e voluntariado por parte dos Bombeiros Voluntários de Cinfães.

“Quando acontece alguma coisa, as pessoas apelam a Deus e ligam para nós, é por isso que costumo dizer que precisamos de manter a nossa motivação, porque é ela que alimenta os voluntários”, explicou.

Embora os bombeiros tenham salientado que é necessário “que o governo apoie mais os bombeiros do país”, o certo é que o presidente Adriano Cardoso afirmou que “em termos do apoio do município não há nada a dizer, visto que o presidente Armando Mourisco olha muito para os bombeiros de Cinfães”.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.