Apelo lançado pelo Sindicato Nacional da Guarda Prisional pretende ajudar pais de Carla Amorim

Apelo lançado pelo Sindicato Nacional da Guarda Prisional pretende ajudar pais de Carla Amorim

 

Foi lançado um peditório, pelo Sindicato Nacional da Guarda Prisional, de apoio aos pais de Carla Amorim, a guarda prisional que perdeu a vida após ser baleada no peito durante a carreira de tiro, na cadeia de Paços de Ferreira, há cerca de uma semana.

Os Serviços Prisionais suportaram as despesas do funeral, no entanto os pais da jovem de 32 anos, continuam a precisar de ajuda, tendo sido aberta uma conta solidária.

Recorde-se que a jovem era natural de Mesão Frio, mas residia no concelho de Baião.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.