Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar avança em Celorico de Basto

Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar avança em Celorico de Basto

O Salão Nobre dos Paços do Concelho de Celorico de Basto recebeu, no passado dia 5 de novembro, a assinatura de um contrato, entre a empresa R2W e a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, para aquisição de bens para o “Atelier de Cerâmica”.

Esta empresa fornecerá todos os materiais necessários para o correto funcionamento do atelier, que já tem um painel feito em azulejo com a imagem das camélias, como primeiro trabalho. Recorde-se que a cerâmica é uma das quatro áreas escolhidas pelo município para integrar o PIICIE (Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar), programa financiado pelo Fundo Social Europeu.

O atelier, localizado em instalações do município, prevê-se devidamente equipado até ao final de 2018, entretanto as aulas de cerâmica são ministradas pelo professor Vitor Resende, na Escola Básica de Gandarela.

Fernando Peixoto, vereador com o Pelouro da Educação da Câmara Municipal de Celorico de Basto, explicou que “foi com sentido de diálogo e de interação com o Ministério da Educação que se desenvolveu este plano inovador, um plano diferente daquilo que, habitualmente se faz nas escolas para combater o insucesso escolar”.

O autarca destacou as artes como importante complemento “ensino e promotoras de sucesso”. “O objetivo é motivar através dos trabalhos manuais, do saber-fazer que servirá até de incentivo para encontrar uma profissão. Não será apenas mais um projeto mas uma forma de valorização do individuo dotando-o de conhecimentos em áreas novas e que o ajudarão a construir a sua própria identidade”, realçou.

“Este é um projeto abrangente e transversal, e estou certo que, a médio prazo envolverá toda a comunidade”, concluiu o vereador.

O projeto da cerâmica irá chegar a todos os alunos do Agrupamento de Escolas e da Escola Profissional de Fermil, totalizando cerca de 2000 alunos.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.