Município de Lousada abre candidaturas para bolsas de estudo

Município de Lousada abre candidaturas para bolsas de estudo

A Câmara Municipal de Lousada divulgou que as candidaturas para as Bolsas de Estudo relativas ao ano letivo 2018/2019 já se encontram abertas. Estes incentivos destinam-se a jovens de Lousada que estejam a frequentar e ensino superior, residentes no concelho há mais de cinco anos.

A candidatura deve ser efetuada até 16 de novembro, conforme regulamento que se encontra disponível para ser consultado no site da Câmara Municipal de Lousada.

A formalização da candidatura deve ser apresentada na Secção de Apoio Administrativo da Divisão de Educação da Câmara Municipal de Lousada entre as 9h e as 12h e entre as 14h e as 17h, ou através do e mail [email protected] No caso de enviar a documentação por via eletrónica é obrigatório solicitar recibo de entrega.

Para que a candidatura seja aceite é necessário cumprir diversos requisitos, nomeadamente o preenchimento e entrega de documentação. O candidato deve começar por fazer um requerimento onde se identifique expressamente o nome do candidato, filiação, morada, número de identificação fiscal (NIF), telefone, endereço eletrónico e estabelecimento de ensino superior que frequenta.

Devem ainda ser entregues documentos como o Boletim de Candidatura – Bolsas de Estudo 2018/2019, atestado de residência passado pela Junta de Freguesia a comprovar que reside no concelho há mais de cinco anos e composição do Agregado Familiar no ano de 2017, Bilhete de Identidade e NIF ou Cartão do Cidadão, documento comprovativo como se encontra matriculado em estabelecimento de ensino superior (com referência ao ano escolar), bem como declaração de aproveitamento escolar 2017/2018.

São ainda solicitados outros documentos como o comprovativo dos rendimentos auferidos por todos os membros do agregado familiar no ano de 2017, declaração do modelo de IRS e respetivos anexos do ano de 2017, com o código de validação ou vinheta comprovativa da entrada na Repartição de Finanças, bem como Nota de Liquidação da mesma, documento comprovativo do valor da bolsa de estudo recebido nos anos letivos 2016/2017 e 2017/2018 pela DGES de todos os elementos do agregado familiar e documento comprovativo da adesão ao serviço Via CTT.

Também os encargos com a saúde são tidos em conta, bem como os encargos com a habitação.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.