Última homenagem a Carla Amorim em Mesão Frio

Última homenagem a Carla Amorim em Mesão Frio

O corpo de Carla Amorim chega hoje à terra natal em Mesão Frio, por volta das 20h00, e ficará em câmara ardente na capela mortuária junto à Igreja de São Nicolau, naquela vila.

Várias são as pessoas que se encontram no local a prestar uma última homenagem, algumas delas com uma peça de vestuário branca. Segundo uma pessoa próxima da jovem falecida ontem na cadeia de Paços de Ferreira, “esta é uma homenagem que lhe queremos fazer, pois a Carla nunca gostou de preto”.

O funeral da jovem de 32 anos que vivia atualmente em Baião está marcado para as 16 horas de amanhã.

As cerimónias fúnebres contarão com a presença de familiares e amigos, em especial de Mesão Frio e de Baião, bem como com ex-colegas do exército e colegas guardas prisionais.

 

Disparo acidental tira vida à guarda prisional

Recorde-se que Carla Amorim morreu na manhã desta terça-feira após um disparo durante uma ação de formação que decorria na cadeia de Paços de Ferreira.

A jovem era natural de Mesão Frio e vivia na freguesia de Campelo e Ovil, em Baião e tinha iniciado a sua carreira como guarda prisional em 2012, encontrando-se a exercer a profissão na cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.

Ao que tudo indica, o incidente aconteceu durante uma formação integrada no plano anual de tiro, tendo a vítima sido atingida no peito por uma bala de calibre de 9mm, disparada por um colega durante o treino. As causas estão a ser investigadas pelas autoridades.

Fotografias: Facebook

 

Vitor Almeida
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.