Felgueiras acolhe exposição intitulada “Memórias: Velhice. Dignidade. Beleza”

Felgueiras acolhe exposição intitulada “Memórias: Velhice. Dignidade. Beleza”

“Memórias: Velhice. Dignidade. Beleza.” é o nome da exposição que chega dia 10 de novembro à Biblioteca e Arquivo Municipal de Felgueiras. A autora da exposição é a artista Do Carmo Vieira. A mostra de pintura será inaugurada neste dia, pelas 15h30.

Esta exposição procura revelar o que escondem os rostos, “invisível de uma personalidade, num complexo conjunto de sinais como a força de um olhar, a passagem de um tempo que contem vivências, afetos”, explica a autora.

Uma coleção de arte que permite aos visitantes recuarem no tempo, à procura de memórias despertadas pelos retratos. A mostra estará patente em Felgueiras até 12 de dezembro, no horário da Biblioteca: segunda-feira – das 13h30 às 18h30; terça a sexta-feira – das 9h30 às 18h30; e sábado – das 14h30 às 18h30.

“Nunca se olha para um rosto com indiferença. São retratos de um povo. Rostos com marcas do tempo, mas que preservam a dignidade e a beleza. Rostos sem nome que nos contam histórias. Histórias comuns a todas as pessoas do mundo rural. Olhares que revelam sinceridade. Olhares transparentes que expressam o seu íntimo. Imagens frágeis que se impõem pelo silêncio, que nos transmitem a ideia de memória como prolongamento da vida. Memórias com capacidade de ligar o passado ao presente”, explica Do Carmo Vieira.

Do Carmo Vieira nasceu em 1956, em Vila Pouca de Aguiar, mas, atualmente, vive em Gondomar.

É licenciada em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, onde frequentou o Mestrado em Pintura; tem o Curso Artístico pela Escola Artística Soares dos Reis.

A pintura é uma das suas paixões. É a forma de expressão da sua arte, tendo como tema principal a condição humana. Ao longo do seu percurso profissional, tem abordado outras técnicas, como a gravura e livros de artista, e tem participado em várias exposições coletivas e individuais.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.