Jovem de Lousada torna-se num ator de sucesso na novela Jogo Duplo da TVI

Jovem de Lousada torna-se num ator de sucesso na novela Jogo Duplo da TVI

Há quem lhe chame Steven, mas o seu nome longe dos ecrãs é Gonçalo Babo. O jovem  de 22 anos nasceu em Lousada e tem levado  na bagagem as tradições e aprendizagens da sua terra por vários palcos nacionais e internacionais. Em março, chegou aos ecrãs dos telespectadores da TVI.

Chegou à TVI em março de 2018 quando tudo indicava que o seu sonho – participar na novela Jogo Duplo, da TVI – não se iria tornar uma realidade. Tinham passado três meses e a produtora da novela não lhe dava o “sim”  após o seu casting.

Já tinha as malas feitas para regressar a Nova Iorque com o objetivo de continuar a caminhada pelo mundo teatral, que iniciou aos 15 anos aquando do ingresso na Academia Contemporânea de Espetáculos do Porto. Foi nessa altura, no início do mês de março, que a TVI lhe disse que seria o Steven, na novela Jogo Duplo.

Era dia 22 de março, dia em que fazia 22 anos, quando a TVI lhe deu “o melhor presente de aniversário de sempre”. Foram três meses de trabalho intenso, em que Gonçalo Babo dividiu o seu dia-a-dia entre as gravações para a novela e o projeto que integra assiduamente,  “Caixa de Palco”.

Entrada em Jogo Duplo afastou-o da vida pessoal e aproximou-o dos seus sonhos

“Deixei de ter vida própria, simplesmente. As gravações eram muito exigentes. Entrei na novela nos últimos três meses de gravações, como filho que apareceu na vida do casal protagonista do Jogo Duplo e tive de me adaptar ao ritmo deles muito rápido”, explicou Gonçalo Babo ao jornal A VERDADE.

O papel de Steven quase passava dos momentos de gravações, para o tempo em que permanecia longe de cena. “Sobrava pouco mais tempo do que para um café”, explica. Nesses momentos, Gonçalo conta que “foi difícil desligar da personagem, ainda para mais porque Steven era um rapaz que tinha estado nos EUA e falava com sotaque americano”. Tal como a personagem que interpretou, também Gonçalo Babo esteve nos EUA em 2016.

Os pontos em comum com a personagem dificultavam o “desligar da personagem nos poucos momentos de vida social”. Este foi um grande desafio para o jovem ator.

Mas admite ter ganho muito com a experiência. Durante a adolescência, Gonçalo Babo via “Sara Prata e o João Catarré nos Morangos com Açucar”, mas estava longe de imaginar que um dia ia contracenar com estes atores que admirava.

“Depois de fazer de filho deles ficamos com uma ligação mesmo boa, agora somos amigos, lidaram comigo mesmo com um verdadeiro filho que estava a prender tudo ali [na novela]”, afirmou o jovem ator oriundo de Lousada.

Após três meses de Steven, jovem recebe muitas mensagem de admiradores da sua história

“Somos o que somos porque há público. Existimos por causa deles por isso temos de os saber mimar”, pensa Gonçalo Babo quando questionado pelo amor do público.

O jovem confessa que “às vezes as pessoas contactam para falar com a personagem Steven”, esquecendo-se de que esse é apenas o seu papel na novela. Mas Gonçalo Babo acredita que as pessoas o fazem “porque simpatizam com a personagem, porque vivem problemas semelhantes e pedem conselhos”.

“Mas nós que nos tornamos figuras públicas temos um papel e dever social e sempre que tenho tempo respondo às pessoas, dou-lhes esse meu tempo porque elas merecem isso”, salientou.

Não revela qual será a próxima novela, mas espera nova experiência em breve

Gonçalo Babo, que iniciou a sua atividade no teatro,  conta que não sabe nem pode adiantar muito sobre as suas novas aventuras na televisão. “Mas espero que haja uma nova porta a abrir-se rápido, seja na TVI, ou na SIC, quem sabe”. O tom de quem sabe alguma coisa mas de quem não pode adiantar muito mais, aguça a curiosidade em saber qual será o próximo papel do jovem ator.

Uma coisa admite ser certa: “As pessoas podem continuar a seguirem o meu trabalho com o projeto que integro a tempo inteiro, como certo, que é a “Caixa de Palco”, da Mealhada, que faz digressão de norte a sul do país”.

banner-felgueiras-600x229

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.