Tecnologia: Como as redes sociais podem ajudar a vender mais

Tecnologia: Como as redes sociais podem ajudar a vender mais

As redes sociais fazem cada vez mais parte da nossa vida. Seja enquanto empresários ou consumidores, todos nós estamos presentes.

No Facebook, Instagram, Twitter ou mesmo no LinkedIn, diariamente multiplicam-se os perfis empresariais e que têm como intuito ajudar as empresas a venderem mais e a ganharem notoriedade.

Assim sendo, para uma plataforma de e-commerce (independentemente do que tenha para vender) é importante seguir algumas luzes de forma a não começar a investir nas mesmas sem ter todos os pontos em consideração.

De seguida, damos-lhe alguns pontos que deve considerar se quer realmente aproveitar as redes sociais para desenvolver ainda mais o seu negócio.

Dicas para vender mais nas redes sociais

Vários estudos demonstram que o consumidor acede às redes sociais pelo menos uma a duas vezes por dia.

Desta forma, apresentamos-lhe algumas dicas para que a sua presença seja notada.

1 –  Se quer criar um anúncio, tenha objetivos

Antes mesmo de começar a gastar dinheiro com os anúncios nas redes sociais, é importante que defina qual o seu principal objetivo. Existem imensas opções por onde pode optar, sendo os mais comuns os seguintes:

  • Promover as publicações;
  • Promover a página;
  • Enviar pessoas para o site;
  • Aumentar as conversões do site;
  • Instalação de determinada aplicação;
  • Alcance de pessoas que estejam perto do negócio;
  • Obter visualizações de vídeos.

Quando definir o objetivo correto, será mais simples implementar uma campanha que lhe permita obter o retorno esperado sem ser necessário investir dinheiro de forma descontrolada e excessiva.

Por exemplo, quando uma empresa vende vários produtos, acaba por criar várias campanhas. Mas se tem por exemplo um serviço de dropshipping é provável que esteja focado num nicho.

Assim, escolha a melhor forma de divulgar o produto que mais vende, aumentando assim a sua receita sobre o mesmo.

É importante salientar, que para qualquer campanha, é possível definir o limite de gastos diários ou se preferir defina o orçamento para toda a campanha que a própria rede social faz a gestão.

Além de tudo, é de extrema importância que conheça bastante bem quem é o seu público alvo, quais as horas em que o mesmo se encontra ativo nas redes sociais, de forma a conseguir alcançá-lo corretamente.

2 – Todas as empresas podem beneficiar com as redes sociais e com as campanhas pagas

Embora hajam imensas redes sociais que pode utilizar, a verdade é que o Facebook deverá ser aquela onde pode concentrar mais esforços (a par com o instagram).

É importante ter em conta que os anúncios de Facebook podem funcionar bem para praticamente todo o tipo de empresas.

O Facebook dá acesso aos empresários a mais de 1,71 biliões de pessoas, que podem ser segmentadas por idade, estilos de vida, localização…

No entanto, é importante ter em conta que ter acesso a muitos utilizadores desta rede social, não lhe garante o sucesso.

É importante eu saiba quais os que estão mais suscetíveis a estarem interessados nos produtos ou serviços que tem para oferecer, ou seja, que é o seu público alvo.

3 – Tenha cuidado com a sua audiência

São várias as empresas que não sabem inicialmente se devem concentrar os seus esforços de marketing de redes sociais numa audiência mais ampla ou algo mais estreito e segmentado.

A verdade é que obviamente vai depender imenso do tipo de negócio que tenha. Mas quanto maior o público alvo relativo à sua segmentação, maior será a concorrência com quem terá de lidar (o que pode ter uma influência negativa no custo das suas ações).

Salientamos ainda, que quanto maior o target de um anúncio no Facebook, menor será a interação com o mesmo. Isto acontece, essencialmente porque este será mostrado a inúmeras pessoas que não têm o mínimo de interesse naquilo que tem para oferecer.

Assim, se o seu produto apenas está limitado a um determinado local (como é o caso de um restaurante ou cabeleireiro) opte por alcançar pessoas nessa região (segmentação geográfica).

4 – Lembre-se que cada rede social tem um target específico

Existem imensas redes sociais por onde a sua empresa pode optar, contudo, é essencial que se lembre que cada uma tem diferentes públicos alvo e formas de comunicação.

Por exemplo, o LinkedIn é uma rede social voltada exclusivamente para o meio empresarial.

Já o Instagram funciona através da partilha de imagens sendo ótima para promover diversos tipos de produtos (roupa, comida, mobília…).

Como vê, deve adequar as redes sociais aos seus objetivos, pois apenas dessa forma faz sentido a sua presença.

Agora que já sabe como as redes sociais podem ajudá-lo a vender mais, está na hora de criar a sua estratégia de marketing para as mesmas. Garantimos que irá ter sucesso.

Vitor Almeida
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.