Castelo de Paiva: Fábrica de calçado em Raiva abre esta segunda-feira e devolve 80 postos de trabalho

Castelo de Paiva: Fábrica de calçado em Raiva abre esta segunda-feira e devolve 80 postos de trabalho

Abre esta segunda-feira a fábrica de calçado que ficou destruída nos incêndios do ano passado, em Castelo de Paiva.

No dia 15 de outubro de 2017 o fogo destruiu 80% do território verde. A União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso foi a região mais afetada, deixando várias famílias sem trabalho.

A data foi divulgada pelo próprio presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha, nas cerimónias do aniversário dos bombeiros voluntários locais.

A unidade foi reconstruída e agora pertence ao Grupo Carité, com sede em Felgueiras, e vai devolver o trabalho aos cerca de 80 funcionários que haviam ficado sem emprego após a tragédia de 2017.

Esta semana apenas entram ao serviço cerca de 30 funcionárias para a secção de corte e costura, estando prevista a reintegração das restantes nas próximas semanas.

castelo de paiva-fabrica

Numa visita à fábrica, que decorreu ainda no mês de agosto, Reinaldo Teixeira, responsável pelo grupo empresarial avançou que é intenção ultrapassar os 80 postos de trabalho. “Tenho uma fábrica em Celorico de Basto onde, há cerca de seis anos, me comprometi a empregar 30 pessoas, neste momento estão lá 180. A ideia é que não sejam só os 80 e sim muitos mais”, sublinhou.

Na altura, Gonçalo Rocha classificou este investimento como ‘um final feliz’. “Houve um programa específico para a recuperação, construção e recheio. Entre esses apoios e o investimento do próprio empresário, tudo somado na ordem de um milhão e meio de euros, conseguiu-se, ao fim destes meses, ter esta empresa reconstruída e reabilitada, no mesmo setor e empregando novamente as pessoas que aqui trabalhavam”, destacou o autarca.

Fernando Freire, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) marcou também presença na visita efetuada em agosto e destacou na altura “o empenho colocado por todas as partes em rapidamente se resolver o problema”.

A OQ Fábrica do Arda integra o leque de empresas do Grupo Carité, que é detentora de três unidades em Celorico de Basto, uma em São João da Madeira e duas em Felgueiras, onde está localizada a sede do grupo.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.