Paredes: “Apenas pedimos respeito pelas vitórias”, apela o piloto João Ribeiro

Paredes: “Apenas pedimos respeito pelas vitórias”, apela o piloto João Ribeiro

Foi conhecida esta quarta feira, 26 setembro, a decisão sobre a legalidade do Citroën Saxo de João Ribeiro que ficou apreendido no final da prova de ralicross em Castelo Branco.

“Em conformidade com o artigo 2.1.2 do regulamento técnico de ralicross 2018 e em conformidade com a ficha de homologação A-5564 na extensão 07/02 VK, página 4 da mesma, a viatura está homologada com 8 injetores. Por tal a viatura é considerada em conformidade com a regulamentação nacional”, refere o documento oficial da FPAK assinado pelo colégio de comissários desportivos reunidos para o efeito, e que foi divulgado no site da Escuderia de Castelo Branco.

Recorde-se que no final da sexta prova do campeonato nacional de ralicross, as classificações ficaram suspensas devido às verificações técnicas que iriam ser feitas ao Citroën Saxo do piloto de Baltar, Paredes, que ficou “na pista, devidamente selado e guardado”, indicou ao Jornal A VERDADE João Ribeiro. “Na segunda feira fomos notificados, na terça-feira estivemos presentes na reunião e nas posteriores verificações onde se concluiu que mediante a ficha de homologação estava tudo legal.”

ralicross-joao-ribeiro

O piloto baltarense disse ainda que “tenho sido alvo de verificações devido a rumores de paddock (entre pilotos e assistentes), que é já o terceiro campeonato onde participa e que tem sido sempre assim. Inicialmente alegaram a cilindrada e agora o sistema de injeção.”

Ultrapassada a situação, João Ribeiro assume que “toda a equipa já deixou de parte o acontecimento, estamos agora focados na última corrida que nos pode trazer o campeonato. E pedimos apenas respeito pelas vitórias.”

O atual líder do campeonato na categoria S1600 e vencedor da 52º Ralicross de Castelo Branco, poderá nem ter de alinhar na final de Sever de Vouga para se sagrar novamente campeão, se conquistar os 19 pontos que lhe faltam.

No campeonato, Ribeiro lidera, com 237 pontos, seguido de José Eduardo Rodrigues, com 213 e de Joaquim Machado, com 169. Mário Teixeira ainda pode “assaltar” o terceiro lugar pelo que está em aberto para o 43º Ralicross de Sever do Vouga, a disputar-se a 13 e 14 de outubro.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.