Desceu o número de desempregados em Baião

Desceu o número de desempregados em Baião

 

O Município de Baião congratulou-se esta semana com os dados da Delegação Regional do Norte do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), que apontam para uma descida de 20,06% no número de desempregados no concelho de Baião, inscritos no Serviço de Emprego. Estes dados são relativos ao período de março de 2017 a março de 2018.

Em março do ano anterior estavam inscritos no IEFP 1575 desempregados. Os dados agora conhecidos revelam que houve uma redução de 319 inscrições situando-se em 1259 o número de pessoas que neste momento se encontra em situação de desemprego.

“Do território da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS), Baião é o terceiro município com a maior descida registada. Esta descida é superior à média da descida registada na CIM-TS, no Norte e em Portugal”, evidenciou o município em nota de imprensa.

A Câmara Municipal de Baião recorda que tem encetado esforços nos últimos anos para qualificar os seus cidadãos.

“Nos últimos cinco anos o Município integrou uma média anual de 501 formandos, em ações de formação, de diferentes tipologias e áreas de qualificação, tão diversas como agricultura, saúde, geriatria, turismo, línguas ou comércio. Neste período, participou em processos de implementação de formação à medida das necessidades das empresas, nas áreas do têxtil e do calçado, tendo como objetivo a qualificação profissional dos formandos e a sua posterior integração em postos de trabalho. Dos 83 formandos que participaram e concluíram cursos de formação sugeridos pela autarquia, foram integrados nas empresas cerca de 54%. Outros 30% também obtiveram emprego, de forma autónoma, em consequência da conclusão de várias ações de formação onde participaram”, pode ler-se.

Para José Pinho Silva, vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, responsável pelo pelouro da Formação e Qualificação Profissional, “pese embora ainda haja muito trabalho pela frente, estes números agora conhecidos são muito animadores e revelam que, mais uma vez, o Município está no bom caminho na luta feroz contra o desemprego que, infelizmente, é um problema do país e não apenas de Baião”.

O autarca defende as vantagens da formação profissional e considera “importante que as entidades empregadoras se envolvam ativamente nos processos de formação e de emprego, nomeadamente criando condições de trabalho justas para que se consigam trabalhadores motivados e disponíveis no mercado”.

Além da formação profissional a Câmara Municipal de Baião tem, também, uma série de outros apoios na sequência do diagnóstico das necessidades internas relativas ao emprego que diariamente são monitorizadas pelo Gabinete de Inserção Profissional da autarquia, legalmente acordados com o Serviço de Emprego de Amarante.

 

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta