Conselho de Navegabilidade do Douro arranca em 2018

Conselho de Navegabilidade do Douro arranca em 2018

A presidente da APDL (Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo), Guilhermina Rego, anunciou o arranque das reuniões do Conselho de Navegabilidade para o início de 2018, sendo este mais um passo importante na operacionalidade da gestão da Via Navegável do Douro (VND).

O anúncio foi feito durante uma reunião com autarcas dos 23 municípios ribeirinhos, durante a qual foi apresentado o quadro de competências deste conselho consultivo que inclui pronunciar-se sobre questões de interesse para a exploração da VND, propor as ações que considere adequadas à exploração da VND e dos seus portos, assim como elaborar e aprovar o seu regulamento interno.

Este conselho consultivo será composto pela APDL, CCDR-N, Agência Portuguesa do Ambiente, Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, Capitania do Porto do Douro, REN – Rede Elétrica Nacional, EDP e representantes das regiões de turismo, que englobem os municípios confinantes com a VND, dos municípios ribeirinhos da VND, das associações comerciais ou industriais, dos concessionários dos portos fluviais da via navegável do Douro, dos operadores de navegação comercial da via navegável do rio Douro, das atividades marítimo-turísticas e das atividades de pesca.

José Manuel Gonçalves, presidente da Câmara do Peso da Régua, foi nomeado pelos seus pares como elemento representante dos municípios ribeirinhos.

 

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta