Empresário de Marco de Canaveses constituído arguido por tentativa de burla

Empresário de Marco de Canaveses constituído arguido por tentativa de burla

O Comando Territorial de Porto, com a colaboração do Comando Territorial de Coimbra, no dia 9 de novembro, em Marco de Canaveses, constituiu arguido um homem de 44 anos, suspeito de tentativa de burla a companhia de seguros, através da simulação de furtos.

No dia 16 de fevereiro deste ano o suspeito, proprietário de uma loja de telecomunicações e informática, apresentou uma queixa de furto de diversos artigos, nomeadamente, telemóveis e computadores, com o intuito de acionar a apólice de seguro.

O Núcleo de Investigação Criminal do Porto iniciou diligências de investigação, e ao ter na sua posse a relação de bens supostamente furtados, chegou à identificação de um indivíduo que possuía um telemóvel da referida relação de bens. O indivíduo informou que o tinha adquirido na loja do queixoso, tendo consigo fatura de compra com data posterior à denúncia do furto por parte do proprietário da loja.

A investigação envolvendo uma busca domiciliária e duas não domiciliárias, que permitiram apreender material que o suspeito deu como furtado:

· Seis computadores portáteis;

· Quatro telemóveis;

· Um monitor;

· Um média center;

· Diversos acessórios de informática;

O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta