Felgueiras: Seguranças impediram roubo em viatura de transporte de valores

Felgueiras: Seguranças impediram roubo em viatura de transporte de valores

Tentativa de assalto aconteceu, durante a manhã de sábado, no parque de estacionamento de um hipermercado.

Dois homens tentaram, na manhã de sábado, 4 de novembro, assaltar uma carrinha de transportes de valores, no parque de estacionamento de uma superfície comercial, situada na cidade de Felgueiras. Porém, a precaução evidenciada pelos dois funcionários da empresa de segurança, responsável pelo carregamento da caixa de multibanco daquele espaço comercial, impediu que o roubo fosse concretizado.

A dupla de ladrões continua, apesar da investigação levada a cabo pela GNR e Polícia Judiciária, em fuga.

Ainda não eram 10h30 quando a carrinha de transportes de valores se dirigia para o Intermarché de Felgueiras. Pelo caminho, os funcionários da empresa de segurança aperceberam-se que estavam a ser perseguidos por dois homens num Mercedes de cor cinzenta, mas decidiram continuar a viagem até ao destino previsto.

Já no parque de estacionamento da superfície comercial, o condutor parou a viatura que transportava o dinheiro que iria abastecer a caixa multibanco, colocada no interior do hipermercado. Mas, contrariamente ao que é habitual, ele e o colega decidiram deixar as malas com o dinheiro na carrinha e dirigiram-se ao multibanco sem nada nas mãos.

Mesmo assim, e já durante o trajeto entre a viatura e a entrada do hipermercado, os piores receios dos seguranças confirmaram-se. Os homens foram abordados por um indivíduo armado com uma caçadeira de canos serrados que, ameaçando-os, perguntou-lhes pelas notas que deveriam encher o multibanco. A resposta foi dada de imediato, com os seguranças a revelar que o dinheiro ainda se encontrava protegido no interior da carrinha.

Perante o cenário imprevisto, o assaltante não tentou que os funcionários voltassem à viatura e abrissem a porta. Antes preferiu desistir de consumar o roubo e correr em direção ao Mercedes estacionado numa rua perpendicular ao parque de estacionamento e no qual o comparsa o esperava, sentado ao volante. Logo depois, a dupla fugiu para paradeiro incerto.

Os militares da GNR foram os primeiros a chegar ao local, mas por se tratar de um crime que envolve armas de fogo, a investigação passou para a dependência da Polícia Judiciária.

 

2 comentários
banner-felgueiras-600x229

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

2 Comentários

  • Antonio Mendes
    7 Novembro, 2017, 20:03

    Muito sangue frio, e bom senso.Bem hajam.

    REPLY
    • roy@Antonio Mendes
      8 Novembro, 2017, 10:36

      podiam ter morrido na mesma, n deveriam era ter parado ou 112 direto

      REPLY

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.