Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa aposta na certificação da qualidade dos serviços

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) é o primeiro centro hospitalar do Serviço Nacional de Saúde (SNS) a assumir o desafio da certificação total através do modelo ACSA.

O modelo ACSA, sistema de certificação adotado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), baseia-se num processo através do qual se verifica e reconhece de que forma os cuidados de saúde prestados aos cidadãos estão de acordo com os padrões de qualidade nacionais e internacionais, aplicáveis às diversas tipologias de unidades de saúde, e com os eixos prioritários da Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde, revela nota de imprensa do CHTS.

“O futuro deste centro hospitalar passa pelo reconhecimento do empenho de todos os profissionais e pela vontade de melhoria contínua na prestação de cuidados de saúde”, referiu Carlos Alberto, presidente do Conselho de Administração, na abertura da sessão de apresentação oficial aos colaboradores do modelo ACSA.

José Ribeiro, enfermeiro diretor do CHTS e coordenador do processo de acreditação, referiu que “o planeamento estratégico deve ser olhado para além dos objetivos e indicadores, a melhoria dos cuidados prestados aos nossos doentes passa pela satisfação dos doentes, saber o que é importante para o doente”.

O Processo ACSA tem intervenção em áreas distintas como, por exemplo, acesso, prática clínica, segurança e qualidade, organização e gestão e capacidade formativa e investigação.

Processos de certificação já em curso

Entretanto, os processos de certificação já estão em curso, nomeadamente os serviços de Imunohemoterapia e Esterilização e a Triagem de Manchester, sistema de classificação de doentes por cores que representam o grau de risco e o tempo de espera clinicamente recomendado para atendimento.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta