António Costa assinou protocolo para obra que vai ligar Celorico de Basto à A7

O Primeiro-Ministro António Costa esteve em Celorico de Basto para a assinatura do Acordo para a Execução da Variante entre Lordelo e Canedo/Corgo, no passado dia 3.

A obra será financiada em seis milhões de euros pelo Governo e 2,3 milhões de euros pelo município de Celorico de Basto. Serão cinco km de troço que colocará Celorico de Basto mais próximo da A7 ficando a faltar 4,7 kms.

“É uma ligação legítima que será fundamental para a ligação à A7. É um passo dado com muito esforço com o quadro complexo em que vivemos tendo em conta o orçamento de Estado e as suas limitações”, destacou Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

O autarca referiu ainda a importância da obra a nível industrial e turístico. “A distância do Parque Empresarial para a A7 encurta 12 kms o que é fundamental para incrementar ainda mais o crescimento de um parque que tem vindo a crescer em empresas e em emprego, temos um centro de formação de calçado e três novas empresas que se irão fixar ainda este ano, sendo já necessário mão-de-obra”, frisou.

António Costa referiu que a vantagem do bom ambiente político. “Hoje juntamos esforços, com recursos do Estado e com recursos do município, para executar esta estrada de cinco kms, e aproxima Celorico de ver cumprida a tão desejada ligação à A7 fundamental para a coesão e desenvolvimento de toda a região das terras de Basto”, desenvolveu.

Também o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, fez questão de reforçar que “é da coesão territorial que aqui falamos em Celorico de Basto. As estradas não serão tudo na coesão do território como referiu o presidente do Município, muito tem sido feito neste aspeto, mas há ligações de troços de rodovia que fazem toda a diferença. É preciso avaliar e priorizar o que é necessário, e é preciso fazer este investimento e, em parceria com o município vamos fazendo o caminho e esse troço vai agora avançar. O nosso compromisso com a coesão territorial visa políticas de proximidade fazendo com que os que cá vivem tenham qualidade de vida e os que vêm de fora tenham as melhores condições”.

O Acordo de Execução da Variante entre Lordelo e Canedo/Corgo foi assinado entre a Câmara Municipal e as Estradas de Portugal tendo sido homologado pelo Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme Martins.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta