Consulta de pé diabético do CHTS tem a mais baixa taxa de amputações do país

Consulta de pé diabético do CHTS tem a mais baixa taxa de amputações do país

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa apresentou, no ano passado, a mais baixa taxa de amputações de pé diabético do país. Ao nível de amputações major – amputação total do membro inferior – os valores registados na Consulta Multidisciplinar de Pé Diabético do CHTS não chegam a um por 100 mil habitantes. A média nacional, em 2014, era de 5,7, enquanto que na Região Norte baixava para os 4,4 por 100 mil.

Os dados foram revelados pela cirurgiã Maria de Jesus Dantas, na abertura do II Curso Prático de Pé Diabético, no Hospital de Penafiel.

Para a responsável pela Consulta Multidisciplinar de Pé Diabético do CHTS, o segredo está em “ter sempre as portas da consulta abertas para receber um diabético que chega com uma ferida no pé. Sejam cinco, 10 ou 100”. 

A criação de um website da Consulta de Pé Diabético e a criação de uma aplicação para smartphones para monitorização das feridas são algumas das novidades em que os profissionais do CHTS apostam para continuar a reduzir o número de amputações entre os diabéticos.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta