Baião: Paulo Pereira pede reforço do número de médicos no concelho

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, revelou que tem estado em diálogo com os responsáveis governamentais da área da saúde, para que seja possível reforçar o número de médicos no concelho, em particular na Extensão de Saúde de Santa Marinha do Zêzere, que serve aquela vila e as freguesias vizinhas.

A informação foi divulgada na comemoração do 10º aniversário da Unidade Móvel de Saúde de Baião (USM) que decorreu na tarde de ontem em Vilarelho, na União de Freguesias de Campelo e Ovil, estando presentes autarcas, técnicos da área da saúde e utentes daquele serviço.

O autarca indicou também que tem dialogado com as entidades da área da saúde para que a autarquia seja desonerada do pagamento de despesas de funcionamento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) no Centro de Saúde de Baião.

Relativamente à USM, Paulo Pereira considera que o serviço é eficiente e importante para a população pois “leva cuidados de saúde às populações e ao mesmo tempo retira as pessoas do isolamento, prestando apoio e conforto aos cidadãos que vivem mais sozinhos”, referiu.

Recorde-se que em dez anos de existência esta unidade percorreu mais de 100 mil quilómetros por todas as freguesias do concelho, realizando 62 mil e 651 atendimentos, aproximadamente metade dos quais a cidadãos com mais de 65 anos de idade.

“Todos temos razões para estar satisfeitos pelo que foi possível fazer ao longo destes dez anos e pelos resultados que, em conjunto, alcançamos na melhoria de condições de vida das nossas populações”, observou.

O projeto da USM é conjunto da Câmara Municipal de Baião, através do pelouro dos Assuntos Sociais, em articulação com as autoridades de saúde, através do Centro de Saúde de Baião.

Nos atendimentos a Unidade Móvel de Saúde faz curativos, administra vacinas, monitoriza a tensão arterial e o índice de massa corporal, efetua a leitura de análises clínicas, marca consultas médicas e encaminha situações para avaliação médica, entre outros serviços.

A sessão do aniversário contou com a presença do presidente do Conselho Clínico do ACES Tâmega I, Reinaldo Roldão, que felicitou a Unidade Móvel de Saúde de Baião pelo trabalho que tem sido desenvolvido. O responsável prometeu que o ACES Tâmega I irá continuar a trabalhar para que tudo corra pelo melhor na área da saúde, colocando particular ênfase na atração de médicos para o território.

Estiveram presentes ainda na sessão a vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, Ivone Abreu, a vogal do ACES-Tâmega I, Lúcia Carvalho e a coordenadora da Unidade de Cuidados na Comunidade do Centro de Saúde de Baião, Anabela Queirós.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta