Celorico de Basto: População recicla resíduos orgânicos

Celorico de Basto: População recicla resíduos orgânicos

O auditório da Quinta do Prado foi o local designado para receber a população inscrita no projeto “Compostar outra forma de reciclar” desenvolvida pela Resinorte com o apoio da Câmara Municipal de Celorico de Basto e das Juntas de Freguesia.

A ação decorreu no dia 19 de fevereiro, e contou com a presença de cerca de 60 pessoas que levaram para casa o compostor que deriva de um projeto piloto de compostagem caseira.

Este projeto contempla a distribuição gratuita de compostores e o adequado esclarecimento do processo de compostagem através de ações de formação.

Os contemplados desta iniciativa são agregados familiares com pelo menos 3 pessoas e que possuam habitações dotadas de jardim ou quintal, que previamente se inscreveram para integrar o projeto.

Cerca de 60 famílias do concelho estão agora munidas de um equipamento que salvaguarda o meio ambiente como referiu o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, um dos participantes na iniciativa. “Trata-se de aproveitarmos um fertilizante natural através do reaproveitamento da matéria orgânica e evitar o aumento dos resíduos num concelho que prima pela qualidade do meio ambiente. É sobretudo, um projeto que procura educar e consciencializar a população para a reciclagem, pois em vez de enchermos os aterros podemos fertilizar os nossos jardins e hortas através da adequada gestão dos resíduos orgânicos das nossas casas”, referiu.

A sessão, apresentada por técnicos credenciados, permitiu que todos os presentes pudessem retirar as dúvidas relativas à compostagem. Ficaram, assim, cientes de quais os materiais a compostar, os materiais a evitar colocar no compostor, quais os passos adequados a seguir para que a compostagem decorra da melhor forma de acordo com o Oxigénio, a Humidade, a Temperatura e o tamanho dos materiais, e o que fazer em caso de problemas no compostor. Ao seguir os passos adequados, ao fim de alguns meses, os resíduos orgânicos dentro do compostor transformar-se-ão num composto que poderá ser utilizado em hortas e jardins, vasos e sementeiras.

Esta ação vai diminuir o número de resíduos encaminhados para o Aterro Sanitário e promover a utilização de um fertilizante natural benéfico para as plantas e para o ambiente.

Importa mencionar que a entrega e explicação da compostagem vão decorrer em outros pontos do concelho de Celorico de Basto durante os próximos dias.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta