Castelo de Paiva: NAUTILUS reconheceu mérito e empenho aos melhores alunos do secundário

Castelo de Paiva: NAUTILUS reconheceu mérito e empenho aos melhores alunos do secundário

A CM de Castelo de Paiva promoveu, na manhã do passado sábado, a entrega dos prémios de mérito escolar aos melhores alunos do ensino secundário, referente ao anterior ano letivo, numa cerimónia bastante participada e realizada no espaço do salão nobre da edilidade paivense.

Como forma de reconhecer o empenho e o esforço dos alunos, a empresa NAUTILUS aderiu ao apelo da câmara municipal de Castelo de Paiva, e decidiu contribuir com 1.500 € para que os prémios de mérito do passado ano letivo fossem entregues aos três alunos do concelho que foram distinguidos: Sónia Alves e Juliana Damas, do agrupamento de Escolas de Castelo de Paiva, e Pedro Lopes, do Agrupamento de Escolas de Couto Mineiro do Pejão, alunos cujo trabalho foi agora reconhecido com a atribuição de um prémio de 500 € cada.

Os rostos do sucesso no ensino secundário em Castelo de Paiva foram revelados numa bonita cerimónia, gizada pela Câmara Municipal,  já depois de terem sido entregues em tempo mais recuado, os Diplomas  Mérito Escolar, recebendo os alunos distinguidos, rasgados elogios de várias personalidades da comunidade paivense.

Para além do presidente Gonçalo Rocha, e dos restantes elementos do executivo municipal, marcaram presença na cerimónia, diversos autarcas locais, entre representantes da Assembleia Municipal e das Juntas de Freguesia, responsáveis dos Agrupamentos Escolares, dirigentes associativos e Vítor Barbosa, presidente de administração da NAUTILUS e Ana Gaspar, Diretora Financeira e de Recursos Humanos, da mesma empresa líder em Portugal no sector do mobiliário e tecnologia para a educação.

João Dias, em representação da Assembleia Municipal, deu os parabéns à Nautilus por ter sabido reconhecer o apelo da Câmara Municipal e enalteceu o empenhamento destes alunos que se distinguiram entre tantos, enquanto Beatriz Silva, diretora do Agrupamento Vertical de Escolas de Castelo de Paiva, evidenciou que a cerimónia realizada, “simboliza a conclusão de um percurso académico de excelência desenvolvido pelos alunos premiados, ao qual modestamente se associam os demais agentes educativos que participaram e concorreram para que tal nível de qualidade se concretizasse”.

Para esta responsável escolar, que louvou o esforço continuado destes alunos nesta aprendizagem de sucesso, este ato é também um percurso solidário, porquanto a atribuição de um valor pecuniário aos prémios de mérito, só foi possível graças ao empenhamento da Câmara Municipal e pela postura solidária da empresa Nautilus que respondeu ao apelo para que se contornasse a medida de contenção financeira, que o Ministério de Educação tomou, ao decidir suspender a atribuição do valor monetário referente a estes prémios.

Conceição Rodrigues, diretora do Agrupamento de Escolas do Couto Mineiro do Pejão, também realçou a parceria estabelecida entre a Câmara Municipal e a empresa Nautilus, que permitiu repor a justiça a estes alunos que deram o melhor de si durante o ultimo ano letivo e merecem ser distinguidos, referindo que os prémios devem servir de estímulo e incentivo para que os alunos possam encarar a vida escolar com mais garra e com vontade de abraçar o futuro com boas perspetivas.


Premiar e incentivar o sucesso escolar


O presidente Gonçalo Rocha congratulou-se com a parceria assumida com a Nautilus, destacando que a motivação é meio caminho andado para o sucesso e considerando que esta iniciativa é importante para a autarquia, para a comunidade escolar e para as famílias, porque o reconhecimento do mérito tem que ser uma cultura que se tem que enraizar definitivamente na sociedade, e a exaltação do mérito é essencial para a dinâmica de sucesso que se deseja para a vivência escolar e para qualificação das pessoas.

Realçando o interesse de trabalhar com as empresas do concelho, o edil salientou que o gesto da Nautilus merece ser evidenciado e que os alunos agora distinguidos devem reconhecer o esforço assumido por esta empresa, deixando uma saudação a todos os alunos distinguidos e incentivando-os a que prossigam com empenhamento e entusiasmo a vida escolar, sendo que este será um momento para recordar para sempre, devendo os pais estar orgulhosos, assim como todos os agentes educativos e toda a comunidade escolar.

Nessa perspetiva, o presidente Gonçalo Rocha recordou a ação municipal direcionada para o apoio à educação, com o apoio constante ao Ensino Básico, traduzido em várias iniciativas e a atribuição de Bolsas de Estudo, fazendo questão de destacar a preocupação que a autarquia paivense tem tido em apoiar os alunos com reconhecido mérito académico, nomeadamente, aproveitamento escolar nos dois últimos anos letivos, sendo que, com esta medida de apoio,  foi estabelecido um compromisso com o desenvolvimento do concelho, potenciando a igualdade no acesso à educação e formação,  para que, no futuro, se possa construir uma sociedade à medida dos mais responsáveis e capazes.

Por último, Victor Barbosa, presidente da Administração da Nautilus, recordou as responsabilidades sociais da empresa, e a vontade de continuar a apostar no sector da educação, mostrando-se satisfeito por colaborar nesta iniciativa, que serve como incentivo para que os alunos saibam valorizar o seu percurso académico, reconhecendo depois, o trabalho dos professores e o esforço dos pais, na concretização do sucesso escolar.

Para este empresário de sucesso, é fundamental o investimento na educação, até porque com a situação difícil que se vive, são os jovens que têm de ajudar a pagar a fatura e o país só pode contar com eles para tentar encontrar o caminho da coesão e da estabilidade.

Recorde-se que, recentemente, o Ministério da Educação cancelou a entrega destes prémios defraudando as expectativas dos alunos que tanto se esforçaram para os receber. Com esta contribuição, agora concretizada, a empresa NAUTILUS uniu-se a uma boa causa e premiou o mérito, estimulando o empenho dos jovens que representam o futuro de Castelo de Paiva e do país.

O Prémio de Mérito do Ministério da Educação visava distinguir, em cada escola, o melhor aluno do ensino secundário por ano letivo, dos cursos científico-humanísticos, dos cursos profissionais ou tecnológicos e dos cursos de ensino artístico especializado. Atualmente, o valor previsto na atribuição destes prémios será canalizado para o apoio de projetos das próprias escolas.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta