Acidente com viatura dos Bombeiros de Moreira da Maia foi “queda” e não “despiste”

Acidente com viatura dos Bombeiros de Moreira da Maia foi “queda” e não “despiste”

Recomposto e de volta ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia, o motorista da viatura acidentada no combate ao incêndio da passada terça-feira, na serra da Aboboreira, explicou ao Jornal A VERDADE o que aconteceu.

Joaquim Miranda, 54 anos e mecânico de ocupação, indicou que “a coluna de viaturas estava a avançar em direcção à serra, até que ouve uma ordem de para parar”.

O motorista indicou que poucos segundos após a paragem sentiu a viatura a cair. “Quando dei por ela, já estava o camião a virar. Ainda tentei uma manobra mas não consegui evitar a sua queda”. Na altura, o camião transportava cerca de 20 toneladas de água.

Joaquim Miranda salientou ainda que pretende esclarecer o assunto, “pois fico triste com alguns comentários que os bombeiros andam a dormir. Nós conhecemos as nossas capacidades e sabemos quando devemos parar”, deixando depois um elogio a todos os voluntários, “pois sem eles não havia hipótese de combater a calamidade dos fogos”.

Recorde-se que o acidente aconteceu na manhã da passada terça-feira, na serra da Aboboreira, sendo uma queda e não despiste, conforme declarações do próprio condutor.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta