Publicidade

banner-festas-do-marco-2019-700x394
Banner-Expomontemuro-2019-700x315

Cultura: Marco de Canaveses “ganha nova centralidade” com Museu da Pedra

Cultura: Marco de Canaveses “ganha nova centralidade” com Museu da Pedra

(Lusa) – Marco de Canaveses “ganhou nova centralidade” com o Museu da Pedra hoje inaugurado em Alpendorada, considerou o director do Museu da Imprensa do Porto, Luís Humberto Marcos, responsável pela elaboração do projecto.

“A partir deste museu podemos dizer que o Marco de Canaveses ganhou uma nova centralidade. Representa uma nova aposta numa centralidade que cada vez mais é, em termos urbanos, a da cultura”, salientou à Lusa.

O primeiro núcleo do Museu da Pedra do Marco de Canaveses foi hoje inaugurado e pretende “reunir os testemunhos da importância do granito para o concelho e para a região”, segundo a autarquia.

Luís Humberto Marcos acrescentou que este primeiro núcleo “corresponde à primeira fase de um projecto que visa estender o museu para muitos lugares”.

“Este museu [o único no país ligado ao granito] é diferente, pela sua concepção, pelo que está ligado à ancestralidade humana e que desce progressivamente até à actualidade”, referiu.

“O museu está pensado para se espalhar por vários espaços que marcam a relação do homem com a pedra, a pedra com a arte, com o património e com a sua história”, sublinhou o director do Museu da Imprensa do Porto, acrescentando que o espaço está dotado de novas tecnologias que vão possibilitar a sua actualização permanente.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses salientou que mantém a aposta “de projectar o concelho através da cultura”, razão pela qual foram investidos 320 mil euros no Museu da Pedra.

Manuel Moreira anunciou ainda à Lusa que pretende criar o Centro Cultural do Marco de Canaveses, na designada Casa dos Arcos, onde deverá ser instalado o museu etnográfico e o museu dos vinhos verdes, além do museu Carmen Miranda, que será deslocalizado do actual espaço.

O sector extractivo da pedra, uma das principais actividades industriais de Marco de Canaveses, dá emprego a cerca de quatro mil pessoas.

No seu todo, e apesar de alguma retracção devido à conjuntura mundial, esta indústria sediada nas freguesias do sul do concelho, junto ao rio Douro, extrai anualmente mais de 1,2 milhões de toneladas de pedra – 60 por cento da produção destina-se à exportação – e factura quase 300 milhões de euros.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Publicidade

Banner-Festival-Francesinha-Felgueiras-700x446

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta