Publicidade
Newsletter
e-mail:
Calendário
Aguarde...
 
Farmácias de Serviço
Galeria Multimédia
PSI-20
Marés
Notícia
22-11-2010 - 13:33

RESINORTE contribui para a Redução de Resíduos Urbanos


Comentários
Não existem comentários.

A RESINORTE, empresa participada da EGF responsável pela gestão do sistema multimunicipal de tratamento e valorização de resíduos do Norte Central, vai desenvolver um conjunto de iniciativas de incentivo à prevenção da produção de resíduos, com destaque para um projecto-piloto na área da compostagem doméstica e uma iniciativa de promoção do uso de fraldas reutilizáveis.

Estas iniciativas constam do Plano de Prevenção da Produção de Resíduos (PPRU) elaborado pela RESINORTE e apresentado publicamente numa sessão onde estiveram presentes todos os sistemas da EGF, esta terça-feira, dia 16 de Novembro, em Lisboa, numa antecipação à Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, assinalada na semana de 20 a 28 de Novembro de 2010.

Desta forma, a RESINORTE está a contribuir para dar cumprimento ao compromisso assumido por todos os sistemas de gestão de resíduos a operar em Portugal de reduzir a produção de resíduos urbanos até 2016, em 10% da capitação diária.

 

Projecto “Compostagem Doméstica”

O projecto “Compostagem Doméstica”, a dinamizar pela RESINORTE nos municípios Alijó, Amarante, Armamar, Baião, Boticas, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Chaves, Cinfães, Fafe, Guimarães, Lamego, Marco de Canaveses, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Penedono, Peso da Régua, Resende, Ribeira de Pena, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Santo Tirso, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Trofa, Valpaços, Vila Nova de Famalicão, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real e Vizela, consiste no incentivo à reciclagem dos resíduos orgânicos, designadamente restos de comida e resíduos das hortas e jardins, transformando-os num composto rico em nutrientes que pode ser utilizado como fertilizante natural em hortas e canteiros. Desta forma, ao mesmo tempo que se transforma o lixo em novos produtos é também reduzido o volume de resíduos que seriam enviados para aterro.

 

Projecto “Fraldinhas”

No âmbito do projecto “Fraldinhas”, durante a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, os bebés nascidos na área de intervenção da RESINORTE vão receber Kit’s com Fraldas Reutilizáveis, para conhecerem e experimentarem esta solução, enquanto alternativa às fraldas descartáveis. Este projecto resulta de uma parceria entre os sistemas da EGF e a Quercus, com o objectivo de sensibilizar a população para a quantidade de resíduos provenientes de fraldas descartáveis, que estão a aumentar todos os anos, para os quais ainda não existem soluções de reciclagem em Portugal.

O Projecto Fraldinhas nasceu da necessidade de sensibilizar a população para a quantidade de resíduos provenientes de fraldas descartáveis, que estão a aumentar todos os anos a um ritmo acelerado. Neste âmbito, e porque não existem soluções de reciclagem em Portugal, a EGF e a RESINORTE, em parceria com a Quercus, desenvolveram um projecto de nível nacional que destaque esta necessidade.

Estas fraldas inspiram-se no cuidado e dedicação das tradicionais fraldas de pano, mas acompanham o ritmo das gerações actuais - são laváveis, amigas do ambiente, económicas e saudáveis, podendo ajudar a prevenir algumas alergias.

O uso de fraldas reutilizáveis é uma das medidas previstas no PPRU - Plano de Prevenção de Resíduos Urbanos, para reduzir a quantidade de resíduos de fraldas produzidos, na quantidade de cerca de uma tonelada por bebé, que, actualmente são encaminhados para deposição em aterro sanitário (74%) e para incineração (26%). Na RESINORTE são processadas, a cada hora, 3,5 toneladas de resíduos de fraldas.

 

Na Semana de Prevenção de Resíduos, que se realiza de 20 a 28 de Novembro, os bebés nascidos na área de intervenção dos Sistemas EGF vão receber Kit’s com Fraldas Reutilizáveis, para conhecerem e experimentarem esta solução, enquanto alternativa às fraldas descartáveis. Integram esta iniciativa, 24 hospitais públicos, de Norte a Sul do país, abrangendo 1.800 bebés. Na área da RESINORTE, será assegurada a distribuição de 140 kits nas seguintes unidades hospitalares:

Centro Hospitalar do Médio Ave

Centro Hospitalar do Alto Ave

Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

Outros Projectos

Para além dos projectos em destaque, a RESINORTE irá dinamizar na sua área de actuação outras iniciativas de sensibilização e educação ambiental no âmbito da temática da prevenção da produção de resíduos, quer dirigidas ao público em geral, quer junto dos seus colaboradores, que podem ser consultadas no PPRU que já está disponível no site da empresa em www.resinorte.pt.

A prevenção da produção de resíduos é uma prioridade europeia com expressão nas várias estratégias e directivas que têm vindo a ser implementadas, com o objectivo de permitir uma gestão sustentável dos resíduos urbanos produzidos pela actividade humana. Em Portugal foi aprovado o Programa de Prevenção de Resíduos Urbanos (PPRU), pelo Despacho 3227/2010, de 22 de Fevereiro, que tem por objectivo preparar o país para o cumprimento da meta nacional da prevenção.

A RESINORTE, sistema criado, de acordo com o Decreto-Lei n.º 235/2009, de 15 de Setembro, é a entidade que actualmente é responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de triagem, recolha, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos do Norte Central, abrangendo as regiões do Alto Tâmega, Baixo Tâmega, Vale do Douro Norte, Vale do Douro Sul e Vale do Ave, iniciou a sua actividade no dia 20 de Outubro de 2009. Este sistema, integra como utilizadores originários os municípios de Alijó, Amarante, Armamar, Baião, Boticas, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Chaves, Cinfães, Fafe, Guimarães, Lamego, Marco de Canaveses, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Penedono, Peso da Régua, Resende, Ribeira de Pena, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Santo Tirso, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Trofa, Valpaços, Vila Nova de Famalicão, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real e Vizela, e serve uma população de cerca de 1 milhão de habitantes, onde tratará mais de 350 mil toneladas de resíduos por ano, cobrindo uma área de 8.090 km2. A RESINORTE faz parte do universo empresarial do Grupo Águas de Portugal, designadamente da sub-holding para a área dos resíduos EGF, onde se processa anualmente cerca de 3,6 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU) produzidas em 165 Municípios, servindo cerca de 63% da população de Portugal Continental.

Partilhar:
Publicidade
Papel Digital
Necessita de se autenticar ou efectuar um registo para visualizar este conteúdo.
Jornal A VERDADE - 770
 
Outros papéis:
Área do Subscritor
e-mail:
password:
Pesquisa
Previsão do Tempo
Notícias para Telemóvel
transferir widgetClique aqui para transferir a aplicação em Java ME.
Livro de Visitas
2014-02-13 18:21:19
Vivo na rua Dr. Adelino príncipe no edifício Príncipe junto ao largo da feira no Bloco que esta junto ao bloco por acabar é espantoso com em plena cidade a obra se encontra com uma vedação de rede á mais de dois anos aberta para abrigo dos toxicodep (...)
autor: Arminda Sousa
Galeria de Imagens