Castelo de Paiva: Orçamento para 2018 aposta na rede viária e no apoio às famílias

Castelo de Paiva: Orçamento para 2018 aposta na rede viária e no apoio às famílias

Foi aprovado na Assembleia Municipal de Castelo de Paiva o Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2018, num valor de dezanove milhões, treze mil e trezentos e cinquenta euros.

Segundo a autarquia, “o apoio às famílias paivenses continua a ser o princípio fundamental da ação do Executivo Municipal” e nesse sentido existem medidas de “apoio e alívio” para os agregados familiares “que vivem com mais dificuldades”.

O novo plano e orçamento apresenta “reforço das medidas sociais de apoio às populações e na área da educação, desde a infância até à terceira idade, a dinamização de projetos de reabilitação urbana no concelho, a melhoria da rede viária interna, a requalificação das frentes ribeirinhas com potencial turístico, com a construção do Parque Urbano do Choupal, em Pedorido, e implementação dos Percursos Pedestres “Viver Payva Douro”,  para além da criação de medidas de promoção económica, assim como atração de investimento, essenciais para a criação de emprego e de riqueza no concelho”.

A autarquia aponta ainda que os grandes objetivos a nível do plano de intervenção para o próximo ano, orientam-se para projetos de regeneração urbana, requalificação dos espaços públicos, requalificação da floresta e espaços verdes, melhoria das acessibilidades, prestação de serviços de redes de infraestruturas municipais, acolhimento empresarial e cativação de investimento, qualificação das frentes ribeirinhas, promoção turística, dinâmica económica e promoção de emprego, para além da promoção cultural articulada com iniciativas relacionadas com desporto e juventude e reforço das apostas na ação social, na educação e na saúde para todos.

Destaque ainda para a melhoria do parque escolar e na garantia de continuação do apoio às famílias através de um alívio no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI).

Tendo em conta o flagelo dos incêndios que se abateu no concelho, Gonçalo Rocha reforça que continuará a haver apoio constante “a todos os que sofreram direta ou indiretamente com esta tragédia”.

Para o autarca o documento aprovado “reflete a continuidade da política de rigor, transparência e de boas contas municipais, do apoio social, da valorização do potencial turístico como fator de atratividade, da aposta na educação, da forte proximidade às famílias e do investimento controlado, essencial e de qualidade, sempre na perspetiva da melhoria do nível da qualidade de vida dos paivenses”.

 

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta