Celorico de Basto: “Músicas da Revolução” marcaram as comemorações do 25 de Abril

 

Celorico de Basto celebrou o aniversário do 25 de Abril de 1974 com os ‘grandes clássicos’ inerentes à Revolução do Cravos. Grupos locais protagonizaram um espetáculo que encheu o Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, no dia 24 de abril.

Entre as músicas interpretadas não faltaram o “E depois do Adeus” de Paulo de Carvalho e a música da revolução “Grândola Vila Morena” de Zeca Afonso.

“É com música que celebramos esta data, uma data que marca a nossa história e a nossa memória, que nos deu a liberdade e a democracia”, disse Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, presente nas comemorações do 25 de Abril. “Foi também com música que se deu a revolução e por isso hoje, temos a prata da casa, interpretes e compositores locais, a interpretar músicas de grandes compositores que, de uma forma ou de outra fizeram parte desta data histórica”, notou.

Pelo palco passou a Cooperartes, com mais de 60 dos seus alunos e interpretou “Recordar” de Zeca Afonso com arranjo de Carlos Marques, e “Libertadores” de Óscar Navarro.

A Universidade Sénior apresentou uma rapsódia do 25 de Abril e Liberdade, culminando a interpretação com a apresentação da nova professora do grupo, Helena Mendes, que interpretou melodiosamente a música “O teu poema” de José Luís Tinoco.

A noite continuou com a atuação do intérprete e compositor Zé Faria que apresentou “Trova do vento que passa” poema de Manuel Alegre e “Vejam Bem” de Zeca Afonso.

A Tuna de Arnoia apresentou “Milho verde” de Zeca Afonso e “Trova do Vento que passa”.

Seguiu-se a atuação do Francisco Costa com a interpretação da música “Vejam Bem” de Zeca Afonso e “Primeiro dia” de Sérgio Godinho.

Os Basfado, um grupo que interpreta maioritariamente fado, abriu uma exceção e apresentou “Vejam bem” e “Maria Faia” de Zeca Afonso. Os Suspensórios apresentaram “Depois do Adeus” e “Festa da Vida” de Carlos Mendes.

A terminar o espetáculo os presentes voltaram a ouvir “Depois do Adeus” agora interpretada pelas vozes do Grupo Omnis que cantaram ainda “Traz outro Amigo também”.

O espetáculo de comemoração do 25 de Abril “Músicas da Revolução” culminou com a interpretação da “Grândola Vila Morena” pelas vozes de todos os grupos e a plateia que encheu a sala.

 

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.