Feira do Fumeiro, do Cozido à Portuguesa e dos Vinhos de Baião tem atraído mais produtores

Feira do Fumeiro, do Cozido à Portuguesa e dos Vinhos de Baião tem atraído mais produtores

Na Feira do Fumeiro, do Cozido à Portuguesa e dos Vinhos de Baião, de ano para ano há “mais pessoas interessadas em vir cá e por isso mesmo há mais dinâmica comercial e mais produtores de sessão para sessão”, afirmou o presidente Paulo Pereira na abertura do evento.

O certame iniciou ontem a 13ª edição, numa tenda coberta e aquecida para contrariar o mau tempo.

O autarca de Baião mostrou agrado pela evolução da feira “que tem vindo a crescer de ano para ano”, sendo por isso considerada “uma aposta ganha”.

Paulo Pereira lembrou ainda que o evento, promovido pelo município, tem uma vertente dupla: “por um lado a promoção do que temos de melhor no território, neste caso o fumeiro associado à restauração, mas também a promoção do nosso território em todas as suas vertentes”.

baiao - feiro do fumeiro (10)

São cerca de 45 os produtores locais representados neste espaço, o maior número de produtores de sempre.

O principal produto é o fumeiro e não falta variedade aliada a qualidade, conforme revelou António Queirós, um dos produtores.

“Estes produtos marcam a diferença porque os porcos são criados como antigamente, têm alimentação saudável e andam ao ar livre, em regime extensivo. Daí a carne ter mais sabor e ser mais suculenta”, explicou.

Até domingo à noite, o Cozido à Portuguesa será servido em três restaurantes com capacidade para receber cerca de 550 pessoas em simultâneo. O prato alternativo é o Arroz de Moira com Grelos.

baiao - feiro do fumeiro (8)

Também os vinhos verdes da casta avesso têm lugar de relevo no recinto.

Para o produtor Hugo Carvalho, é importante divulgar o vinho de Baião porque “é um vinho diferente. A casta avesso já é utilizada noutras regiões mas em Baião foi onde a casta nasceu e onde se dá particularmente bem”, salientou acrescentando que a feira “ajuda a divulgar os produtores maiores mas também os mais pequenos, que precisam deste tipo de afirmação para conseguirem continuar a crescer a nível nacional e internacional”.

baiao - feiro do fumeiro (7)

Estão ainda presentes diversos produtores de doçaria regional – incluindo o Biscoito da Teixeira -, os citrinos da Pala, a broa de milho cozida no local, compotas, licores, chocolates, queijos, amêndoas ou frutos silvestres.

Recorde-se que até amanhã à noite o evento vai ser animado música tradicional portuguesa.

Para este sábado à noite, destaque para as atuações de dois dos mais consagrados humoristas nacionais, João Seabra e Miguel 7 Estacas.

Amanhã, domingo, o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel estará de visita à feira. O governante irá conhecer as potencialidades promovidas pelo evento, bem como o seu impacto no tecido económico local.

Foram 10 mil as pessoas que passaram pelo recinto na edição passada. A organização estima que até ao final sejam servidas cerca de 4 mil refeições na tenda, além das que serão servidas nos restantes restaurantes do concelho.

 

 

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.