PSD de Castelo de Paiva acusa executivo municipal de não disponibilizar documentos

PSD de Castelo de Paiva acusa executivo municipal de não disponibilizar documentos

O Partido Social Democrata (PSD) de Castelo de Paiva acusou o atual executivo da Câmara Municipal pela falta de envio de documentos, dizendo que isso impediu a discussão de pontos na reunião de Câmara à porta fechada.

Em nota enviada à imprensa, os social-democratas revelaram que na reunião de 26 de janeiro questionaram o presidente Gonçalo Rocha e os seus vereadores “sobre a localização de bocas-de-incêndio públicas em todo o território municipal, data da última manutenção/revisão/vistoria e respectivo relatório técnico, sobre quais as acções previstas no Plano Municipal de Emergência e Protecção Civil existente que foram desenvolvidas e respectivo relatório técnico, não tendo novamente obtido informação rigorosa e completa”.

Indicaram também que “o ponto relativo ao Programa de Regularização Extraordinária dos vínculos precários e o ponto relativo ao Chefe de Divisão Municipal – Abertura de procedimento de designação do Júri de Recrutamento não puderam ser discutidos, uma vez que o executivo em permanência não enviou os documentos suporte”.

Contactado pelo Jornal A VERDADE, Gonçalo Rocha, comentou a acusação dizendo que “os documentos essenciais para a discussão foram presentes à reunião de câmara. Os outros que solicitaram também estavam disponíveis se quisessem consultar na hora e estão disponíveis para consultar posteriormente”, revelou.

O presidente acrescentou ainda que “o documento que sustentou a informação era mais do que suficiente, agora não há problema nenhum em adicionar informações dos serviços que sustentaram a proposta que foi apresentada e isso foi-lhes dito na reunião”.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.