Município de Lousada promove campanha “Produzido com Lixo” em 25 escolas do concelho

Município de Lousada promove campanha “Produzido com Lixo” em 25 escolas do concelho

A nova campanha de sensibilização desenvolvida pela SUMA, em parceria com a Associação de Municípios do Vale do Sousa e o município de Lousada, e denominada “Produzido com Lixo”, que decorrerá de 4 a 6 de dezembro, pretende desconstruir a ideia de lixo como algo sem valor e substituí-la pela noção de resíduo, cujas matérias-primas devem ser aproveitadas e reintroduzidas no processo produtivo.

A iniciativa terá lugar em 25 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico no município de Lousada, e irá alertar para o facto de, dos 90% de resíduos produzidos passíveis de integrar a reciclagem, atualmente, no país, apenas 20% estão a ser encaminhados para esse fim.

Entender que um urso de peluche, um banco de jardim, uma peça de motor de automóvel ou mesmo uma peça de roupa possam ser produzidos a partir de objetos tão distintos como sacos de plástico, embalagens para acondicionamento de produtos diversos e latas de alumínio, e estimular as rotinas de reciclagem são os objetivos desta campanha, que pretende aumentar os níveis de deposição seletiva de resíduos valorizáveis no concelho.

Segundo nota enviada à imprensa, “esta iniciativa define a reciclagem como uma prática de inteligência e impulsionadora da economia, que inicia em cada um de nós”.

“Para além de relembrar os procedimentos de triagem e acondicionamento para recolha seletiva de papel, embalagens de plástico e vidro, pilhas, óleos alimentares usados, pequenos eletrodomésticos e resíduos orgânicos, esta ação esclarece sobre os passos que medeiam a colocação de um objeto no ecoponto e a sua reintrodução no processo produtivo”, revelou ainda a organização.

Depois do contacto com os públicos selecionados, serão distribuídas lanternas e folhetos que compilam e resumem as questões tratadas.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.