Alunos do IPAM ajudam a reconstruir Castelo de Paiva após os incêndios

Alunos do IPAM ajudam a reconstruir Castelo de Paiva após os incêndios

Os alunos do 3º ano da licenciatura em Gestão de Marketing, do Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM), apoiaram a reconstrução de Castelo de Paiva no dia 25 de novembro.

Os 80 alunos, do regime noturno e diurno, aliaram-se a um grupo de cidadãos de Sobrado, Raiva e Sardoura, denominado Re-Start, para ajudar Castelo de Paiva e vão limpar três espaços afetados pelos incêndios, distribuir bens, ajudar, ouvir e conversar com a população do concelho, que foi um dos mais afetados pelos incêndios de 15 e 16 de outubro.

castelo de paiva - restart (4)

Em Raiva, lugar do Folgoso, fizeram a limpeza da casa de um habitante, Carlos Osório, que perdeu a casa, nos incêndios. “Esta foi uma ação particularmente especial, uma vez que este jovem, sem pais e que agora vive, por bondade, em casa de uma vizinha os recebeu emocionado e quase incrédulo ao ver tanta gente a limpar a sua casa”, revelou Cidália Neves, professora orientadora da atividade.

castelo de paiva - restart (2)

A professora explicou que “foi a história de Carlos Osório, que ligou emocionalmente a Re-Start a Castelo de Paiva. Aliás, foi esta história, que motivou a participação de todos e que tornou possível, uma ação mais completa e abrangente, à qual se aliou o IPAM. Mais do que crucial, a Re-Start tornou possível e real esta atividade; e, a participação do IPAM, permitiu concretizar objetivos de ambos. Com a participação dos alunos do IPAM, a ação da Re-Start conseguiu abranger, num só dia, mais pessoas. O resultado é gratificante para todos”.

Na freguesia de Sobrado, estiveram divididos entre o pavilhão desportivo e a antiga escola primária, tendo feito o transporte, separação e organização das roupas, que foram doadas à região.

castelo de paiva - restart (3)

Em Oliveira do Arda, também lugar de Raiva, um grupo de alunos esteve a trabalhar com o empresário António Óscar Oliveira, da lpe moda Portugal, no processo de limpeza e reconstrução da sua empresa que foi afetada pelos incêndios.

O empresário quis deixar um agradecimento a este grupo. “Quero expressar a minha gratidão pela ajuda que nos deram na limpeza da fábrica, muito pó de cinza foi retirado com boa disposição. Com esta energia, a recuperação e o ânimo e’ maior. Obrigado e conto rever este grupo”, declarou.

castelo de paiva - restart (5)

Em Sardoura foram feitas operações profundas de limpeza de escombros e ainda houve tempo para ouvir a população.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta