Museu Municipal de Resende acolhe exposição “Rota do Românico: Uma experiência fundada na História”

Museu Municipal de Resende acolhe exposição “Rota do Românico: Uma experiência fundada na História”

De 24 de novembro de 2017 a 21 de janeiro de 2018, o Museu Municipal de Resende acolhe a exposição itinerante “Rota do Românico: Uma experiência fundada na História.”

A exposição é composta por 58 aguarelas, uma por cada um dos monumentos que integram atualmente a Rota do Românico e convida a uma viagem à descoberta deste território pelos 3 percursos que o integram: Vale do Sousa, Vale do Tâmega e Vale do Douro, viajando assim por 12 concelhos: Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.

Segundo nota enviada à imprensa, a mostra é uma oportunidade para conhecer “a multiplicidade de monumentos que testemunham mosteiros, igrejas, capelas, castelos, torres, pontes e memoriais”.

Integram também esta exposição as aguarelas relativas aos 4 monumentos do concelho de Resende abrangidos por este projeto turístico-cultural: Ponte da Panchorra, Mosteiro de Santa Maria de Cárquere, Igreja de São Martinho de Mouros e Igreja de Santa Maria de Barrô. As obras são da autoria de António Silva, nascido em 1960, em Vila Nova de Gaia.

Conforme divulgado, esta exposição convida “a viajar pelo extenso território associado ao despertar da nacionalidade e que testemunha o papel relevante que este território outrora desempenhou na História da nobreza e das ordens religiosas, ancorada num património histórico e arquitetónico de grande valor e de excecionais particularidades”.

Exposição Rota do Românico

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.