Apoio à internacionalização do tams/in com “balanço amplamente positivo”

Apoio à internacionalização do tams/in com “balanço amplamente positivo”

29 de dezembro foi dia de balanço para o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) que promoveu a Sessão de Encerramento da Primeira Edição do Projeto de Apoio à Internacionalização das Pequenas e Médias Empresas (tams/in), na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, em Felgueiras.

Com início em 2015 apresentou, segundo Nuno Martins da Fonseca, presidente da instituição promotora, “ótimos resultados, os quais se traduzem em mais cooperação, mais sinergia, mais e melhor conhecimento (em particular sobre a temática-base do projeto: a internacionalização dirigida para mercados selecionados) e mais negócio para o tecido empresarial do Tâmega e Sousa”.

Este balanço “amplamente positivo” determina a necessidade de dar continuidade a este projeto. Desta forma o CETS está a trabalhar para que em 2017/2018 as ligações do tams/in à China, Polónia e Colômbia se mantenham e se abram portas à Dinamarca, Argentina e Canadá.

“Os bons resultados alcançados, com este primeiro projeto, reforçam a convicção de que é fundamental trabalhar cada vez mais e melhor as competências para a internacionalização”, defendeu José Marques da Silva, consultor especialista em internacionalização e CEO da Finance XXI Consulting.

Durante o ano passado tams/in proporcionou quatro missões empresariais à Colômbia, Moçambique, Polónia e China e missões inversas destes países à região do Tâmega e Sousa.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.